Vira e meche eu dou uma pesquisadinha em busca de novas marcas, apesar de poucas vezes ter comprado, meu sonho é poder viver um dia só comprando roupa de marcas assim, com procedência confiável e que valorizam o produtor local.

Pode ser um sonho meio utópico, visto que meu bolso não tem me permitido – #moneyqueégoodnoisnumhave – , mas nos últimos tempos, tenho encontrado algumas marcas bem legais, com peças lindas, feitas por cariocas, para cariocas e com preço justo.

P.S: Preço justo não quer dizer mais barato que a fast fashion, pode ser mais barato, mais caro. Porém com qualidade nos tecidos, nos acabamentos e a garantia de uma mão de obra correta.. Acho que vale o investimento. ♥ Links pra ajudar a pensar no assunto: Oficina de Estilo, UASL e Modices.

Vim compartilhar esses achados com quem mais estiver a procura de peças lindas e de qualidade, sem deixar de lado aquela veia fashion que num guenta esperar pra desfilar com as últimas tendências. hehe

Bazis

Depois de lançar uma coleção especialmente pra Babilônia Feira Hype, a Bazis conquistou o público e fincou os pés no coração das cariocas. Peças modernas, com detalhes diferentes e com uma pegada vintage, me deixam sempre apaixonada por todas as novidades.

Lojas: Ipanema, Rio Sul e Copacabana. Pra quem não é do Rio, tem loja virtual . ♥

Gávia

Negócio de mãe e filha que deu super certo! Cortes feitos a mão, tecidos escolhidos com muito carinho e foco em vestir bem. A Gavia também é carioca, cheia das peças básicas com bossa que tanto amamos e quando chegam com as estampas, é pra arrasar. Até porque, se não for pra lacrar, elas também não saem de casa. 😉

A gávia não tem loja física, mas está sempre participando das feiras de moda – Já listei motivos pra correr pras feiras! 😉 –  espalhadas pelo Rio. Pra quem não é daqui, toma aqui a loja virtual. ♥

Atelie Rue

A mais fofa! Um pouco de romantismo, estampas divertidas, veste a street e a good vibes numa boa. A Rue mora no Downtown, ali na Barra da Tijuca. Além de te deixar linda, tem coisinhas pra deixar sua casa cheia de charme também.

Site da Rue, pra você se apaixonar. 🙂

E vocês, não tem nenhuma marca bacana pra indicar não? Quero saber, me ajudem nessa busca! 😉

Esse post faz parte do projeto @feitonorio, que tem morada fixa no Insta, mas vai estar sempre dando uma passadinhas aqui no blog.

Sabe aquele post que faz morada nos rascunhos a um bom tempo e toda vez que você tenta tirar ele de lá, sua mente buga com tantos pensamentos? Esse é um deles. rs

Criei um grupo de blogueiras no face ontem, esse grupo saiu de um outro grupo, onde só vemos mulheres maravilhosas, emponderadas, engajadas nas causas sociais – que que tô fazendo lá, nem sei! rs – e temos todas uma musa em comum, Carla Lemos, aka, Modices.

Por lá finalmente soltei esse pensamento, joguei pro mundo e vi que não estava sozinha.

Você, influenciador digital, já pensou em usar o alcance que você tem na internet pra apoiar alguma causa maior?

Tenho sentido uma necessidade tão grande em usar o blog e as redes sociais pra fazer alguma diferença no mundo, por menor que ela seja! Não tô querendo dizer que o blog is the new ONG, mas sim, temos as ferramentas necessárias pra compartilhar coisas boas por ai e temos feito pouquíssimo proveito nesse caso.

Vamos aos maiores exemplos que você respeita:

A Carla Lemos tem o Modices a 10 anos, sempre em prol da moda sem regras, da autoestima na frente do consumo. O blog fala de moda, respira moda e todo mundo que está por lá, consome moda. Mas rola todo um papo sobre consumo consciente. Lemos também sobre feminismo e o espaço da mulher na sociedade.  Tudo isso com uma escrita leve e divertida.
O blog hoje é uma empresa, uma empresa que em sua grande parte é composta por mulheres. É empoderamento pra dar e vender.

Minha casa, minhas plantas, minha estampa. ?❤️ #ootd #lookdodia #lookprosa

Uma foto publicada por carolburgo (@carolburgo) em

Carol é recifense, carioca de alma e coração e criadora da Prosa, uma marca incrível de roupas, toda trabalhada no Slow Fashion. Além de compartilhar seus looks e textos incríveis, ela já compartilhou suas dificuldades e angústias como quem produz e ter essa visão faz com que passemos a consumir de outro jeito. Fica ainda mais gostoso explorar nosso estilo e buscar conhecer marcas novas.

Agora o look todo do nosso Natal baiano. Tem post no blog e créditos na tela. ❤??

Uma foto publicada por Jojo (@mourajo) em

E por último e não menos importante, Jojo. Jojo criou o UASZ – Um ano sem zara – pra poder compartilhar seus looks durante um ano sem comprar nada, nenhuma roupinha nova. Nesse um ano ela mostrou inúmeros looks, todos super criativos e pra todos os tipos de ocasiões. Já se passaram alguns anos do desafio, mas o blog continua super interessante e cheio de assuntos maravilhosos.
Uma série de posts que amo ler por lá é o “Alimento pro pensamento”. Nesses posts ela compartilha debates interessantes sobre coisas boas que estão acontecendo pelo mundo. 


Visitando cada um desses blogs, dá pra sentir a essência da blogueira e ter um experiência diferente com cada um deles. É pra se sentir parte integrante e ativa do mundo em que vivemos mesmo. Ter essa vontade de fazer a diferença move a vida e é delicioso.

Mas é obrigatório falar sobre consumo consciente? Claro que não! O  que tem projetos procurando por pessoas que possam ajudar a mostrar suas causas  nobres ao mundo, não ta escrito no gibi. Então porque não usar nossa influência e as ferramentas que temos pra ajudar a espalhar o que há de bom por aí?  Mostrar causas pelas quais valem a luta e chamar ainda mais gente pra ver o mundo como nós vemos?

Pra compartilhar tragédias e discursos de ódio, preconceito e descaso, ta cheio de gente e ainda tem a grande mídia fazendo papel. Bora remar contra essa maré juntos e passar a fazer parte desse grupo incrível de pessoas que só traz conteúdo pra engrandecer?

Mas vamos deixar nossas vaidades de lado? Não precisamos disso! Até porque, nem só de militância vive um cidadão consciente. Continuamos a querer comprar makes, tratar do hair e desfilar nossa beleza por ai..rs

Bora deixar essa internet cada vez ais linda, cheia de sororidade, empatia e gentileza? ♥

P.S: Pra você que não é blogueira e nem youtuber… tem o insta, o face e a vida pra espalhar mensagens de motivação e esperança, e quanto os assuntos… tem tanta coisa boa acontecendo pelo mundo, é só focar nessa parte! Bora lá. 😉