Ter uma boa frequência de posts no blog e nas redes sociais é essencial para que seu blog cresça. Equilibrar essas necessidades com as nossas necessidades particulares é que não é tão fácil. Hoje vamos falar sim sobre a frequência ideal, mas em equilíbrio com a sua rotina. Tem que ser ideal pro blog e pra você também. 

Post novo no blog todos os dias, três fotos no insta, ao menos duas publicações no face, pinar as fotos do post do blog e de soltar um tweet legal pra divulgar. Ah, não podemos esquecer do youtube, um vídeo por semana, divulgar nos grupos do face e G+. Isso tudo com foco na qualidade.

Voltando pra realidade, nós sabemos que a não ser que você tenha alguém pra te ajudar e se dedique em tempo integral ao seu trabalho como produtora de conteúdo, isso tudo se torna impossível. Insere na lista: Trabalho, faculdade, casa, filhos, negócio próprio… Ao menos das dessas coisas fazem parte da sua rotina.

A frequência ideal é muito mais fácil de ser atingida do que você imagina! Na verdade, o segredo está na regularidade e não exatamente na frequência. E só pra lembrar, que qualidade vem antes de quantidade, sempre. 😉

Mas então…

Qual a frequência ideal de posts pra fazer um blog crescer?

Entenda que seu blog é uma mídia e assim como todas as outras, ele precisa de ter algum tipo de calendário.
Esse calendário vai funcionar quase como a agenda de programação da TV, mas no caso do blog, é algo que pode ser construído aos poucos, sem necessariamente se prender a tema x a cada dia da semana.

O que realmente temos que definir é o seu foco, público alvo e periodicidade. Sem saber qual seu tema de foco, fica difícil definir um público alvo e sem saber qual é o seu público alvo, é mais difícil ainda definir qual seria a sua frequência ideal.
E na real, dica de amiga, depois que você entende e define esses fatores, a produção de conteúdo fica muito mais fácil.

Leia também: Como definir o nicho do seu blog

Mas tem uma pessoa em especial na qual você tem que focar: Você!
E nos tópicos abaixo vamos falar sobre os dois grandes segredos pra encontrar a frequência ideal.
Entender a sua rotina, suas limitações e ser regular.

Entenda a sua rotina, depois monte o calendário editorial do blog

Esse é o principal erro ao montar o calendário editorial do blog. Esquecer que somos pessoas, temos vidas e na grande maioria das vezes, outros trabalhos e responsabilidades que precisam de atenção.

Vocês sabem que publicar um post vai muito além de escrever e apertar o botão de publicação. Temos uma lista de tarefas a serem feitas antes e depois desse ponto.
É importante não deixar de lado nenhuma dessas tarefas na hora de calcular o tempo que você investe na produção do seu conteúdo. E deixar um tempinho a mais, só pro caso de interrupções naturais da vida de home office.

Dica extra: Faça uma checklist pro post/vídeo ideal. Do desenvolvimento da ideia até a divulgação. E use essa checklist sempre. Processo de criação padronizado ajuda na produtividade. 😉

Se você não tem mas que duas horas por dia pra dar conta de todas as tarefas do blog, não invente de postar todos os dias. É bem provável que você não vá conseguir manter esse número de postagens por muito tempo.

Comece sempre por onde suas pernas alcançam e depois vá aumentando, fazer o caminho inverso – muitos posts e depois sumir – faz com que seus leitores fiquem perdidos, sem saber se vão encontrar novidades ou mais ócio criativo na próxima visita deles.

Além de conhecer o seu próprio ritmo de produção, outra coisa importantíssima é conhecer outro tipo de limitação.

Limitação editorial

Nada mais é do que: Dentro do tema/nicho do seu blog, você tem conteúdos diversificados pra quantos posts por semana? De nada adianta querer postar todo dia se em alguns dias você vai ter que penar pra encontrar sobre o que falar.

Pra ajudar: Planejamento contra o bloqueio criativo 

Com tantas limitações e pontos a serem analisados, vale postar quando tiver vontade e algum tema ao qual queira falar muito? Se você não tem planos e metas aos quais quer muito conquistar, vale sim. Tem quem blogue realmente por hobby. Mas se você chegou na fase em que pensa em ter retorno financeiro e ter seu trabalho valorizado. Bom, é melhor voltarmos a ideia central do post e definir a sua frequência ideal. ♥

Publicar novos posts quantas vezes por semana?

Na real, na real meeesmo…
A frequência ideal é aquela que você realmente vai poder manter. Tudo bem aumentar essa frequência, mas diminuir não é uma boa ideia. Então tem que ser algo muito pensado mesmo, pra que não venha a ser um fardo.

Mas, pensando no crescimento do blog, de 3 a quatro posts por semana, acompanhado de posts regulares e interação nas redes sociais. Assim você mostra ao seu leitor que você não tá aqui pra brincadeira e que ele será sempre recebido com novidades. 😉

Se 1 vez por semana é o que você pode fazer por agora, invista mais tempo em pesquisa e divulgação, pra que esse post, seja competitivo frente aos blogs com mais atualizações. Também lembre de avisar de alguma forma aos visitantes que na próxima semana você aparece com novidades, assim, eles esperarão ansiosos pela sua volta.

E se ainda assim tá difícil definir a sua frequência ideal, me chama! Vamos bater um papo gostosinho sobre blogs e tirar esses planos e ideias do papel. 😉

Fonte:

E então, como anda a sua programação por ai? Qual a frequência que você pode assumir por agora? E no seu mundo ideal, – adoro essa ideia de mundo ideal..rs – quantos posts você publicaria? Compartilha sua experiência com a gente nos comentários. ♥

Follow my blog with Bloglovin

Nos últimos anos, os cachos voltaram com tudo, trazendo uma infinidade de produtos desenvolvidos especialmente pra eles. Melhor ainda, é ter uma linha, pensada especialmente pro seu tipo de cacho e com um bônus. A linha da Soft Hair para cachos tipo 3 é liberada pra Low poo e toda marca é livre de crueldade. Testei a linha toda por alguns meses e vim contar tudo pra vocês! 

Depois de tanto tempo de transição, o cuidado com os novos cachos se tornaram uma das prioridades de beleza por aqui. Pra quem fazia nada além da progressiva, a mudança de rotina foi bem grande e as descobertas também.
Além de toda a rotina de finalização, uma das coisas que mudou mais foi a escolha do shampoo. 

Eu era viciada em anti-resíduos, daquelas que lavava duas vezes com anti e uma com o normal! E queria lavar o cabelo todo dia, porque do jeito que estava, minguado e chapado de liso, o aspecto era sempre de muita oleosidade. Eu tinha pavooor de produtos com óleo.

E é aí que entra a mudança! A linha #quevolumeéesse tipo 3, promete hidratação, definição e volume. Tudo isso com base em 12 óleos. O shampoo, que a primeira vista me causou estranheza, se torno um dos meus preferidos da vida!

Shampoo e condicionador mega hidratantes –

Na embalagem do shampoo está escrito, “menos espuma, mais limpeza”. Pensei né, menos espuma, ok. No primeiro uso rolou um choque, a espuma é de pouca a zero. Mas você num tem noção do que é o enxágue. O shampoo desembaraça o meu cabelo, deixa aquela sensação gostosa de leveza. Não sei explicar, mas sei que fica limpo e macio.

O condicionador é bem fluido, fácil de espalhar. Por ser rico em óleos e muito hidratante, mesmo leve, ele espalha super bem. Não “desmaia cabelo” mas segura legal mesmo a hidratação. O enxágue é ótimo, porque ele sai rapidinho e sem deixar muito resíduo pelo corpo ou box, como acontece com alguns produtos mais encorpados.

low poo cachos tipo 3

Finalizador levinho e salvador da pátria

Todo ano eu passo ano novo na praia. Nos últimos 6 anos, quando não estamos na casa de sogrinha, estamos na Ilha Grande, que é bem enfrente. É praia pra todos os lados! Carnaval, a mesma coisa.

Escolhi o finalizador da linha #quevolumeéesse por conta da proteção solar e da textura. Na praia, além de proteger do Sol, manteve a hidratação do hair, sem pesar.

No dia a dia, eu uso ele com um pouquinho do umidificador de cachos, que é mais encorpado e mantém os cachos definidos por mais tempo.

Eu não tô sabendo explicar, mas o amor por esse produtinho é muito real. Ele fica fácil fácil no meu top 3 de melhores finalizadores.

O umidificador de cachos é perfeito para misturinhas, ótimo pra dar aquele boost nos cremes mais levinhos, como o caso do finalizador. Já testei ele sozinho, mas na minha opinião, ele funciona melhor como complemento mesmo. Como sempre, isso é no meu cabelo, pro meu tipo de cacho e pra atual situação dele, com as luzes.

finalizador cachos tipo 3 umidificador cachos tipo 3

Já falei como a linha é hidratante né? rs

Considerações finais sobre a linha #quevolumeéesse, cachos tipo 3.

Depois de testar essa linha, me rendi de vez aos óleos.
O shampoo é um dos meus preferidos da vida e o finalizador também ganhou meu coração. Não me lembro de ter usado nenhum finalizador mais hidratante que esse. O resultado final no meu cabelo é perfeito. Cumpre perfeitamente a promessa de hidratar, definir e dar volume.

Antes de finalizar, preciso dizer que a Soft Hair acabou de lançar a máscara de hidratação da mesma linha, óleo de coco e óleo de ricínio também. Pretendo testar e já já apareço pra contar o que achei. 😉

Só mais uma coisa.
Sem nenhum puxa-saquismo e zero publi – ainda não chegamos nessa fase! rs – , a identificação com a marca e seus valores tem sido um fator essencial na hora de apresentar algo a vocês.
A Soft além de não testar em animais, tem toda uma preocupação com os impactos ambientais. Vocês sabem que tenho buscado cada vez mais marcas que eu me identifique e confie na procedência.  ♥