Desde que os nossos amados blogs evoluíram de um simples diário virtual pra um negócio em potencial, um dos assuntos mais tratados na blogosfera é a comercialização desses espaços e como falar de comercialização sem falar de Mídia kit? Ter um mídia kit com as informações certas e um visual que valorize essas informações é um dos passos mais importantes para a profissionalização do seu blog e é sobre tudo isso que vamos falar aqui hoje.

O que é Mídia Kit?

A algum tempo atrás, poucas blogueiras tinham noção do que se tratava um mídia kit, hoje em dia, a maioria de vocês já ouviu falar, mas não custa nada repetir. Mídia kit é como se fosse um “currículo”, um documento onde você reúne informações importantes do seu blog, para enviar a possíveis anunciantes quando solicitado. Nele você precisa dizer porque anunciar no seu blog e pra quem, tudo depois disso é muito relativo.

Qual tamanho ideal pro mídia kit?

Não tem um tamanho CERTO, mas a média é de 3 à 8 páginas. Depende muito do layout escolhido e quais informações você vai inserir.

O que inserir no seu Mídia Kit ?

Muita gente acaba se perdendo nessa parte! O mídia kit precisa somente de informações que serão úteis para o possível anunciante.

Com a agência, acabo recebendo bastante esse tipo de conteúdo e vejo que muita gente erra a mão na hora de montar o mídia kit. Entendo, que é legal mostrar o máximo de coisas legais que tem no seu blog, mas como anunciante, normalmente queremos documentos mais objetivos, onde logo encontramos o que PRECISAMOS saber.

O que não pode faltar:

  • Logo do blog
  • Informações sobre o blog: Quando começou e quais as principais categoria
  • Informações sobre você: Uma breve descrição sobre quem faz o blog
  • Seu público em geral, quem são seus leitores e do que eles mais gostam
  • Métricas do último mês, tanto do analytics quanto das redes sociais.

Sobre o último item
Quando estamos começando é comum não ter rios de views, likes e seguidores. Em tempos de “troca de likes” e “SDV” – que eu sinceramente, DETESTO! Pois não faz sentido ter seguidores e likes fantasmas – muitas pessoas ficam agoniadas ao fazer uma comparação com outros blogs. Mas não se desespere! Seu blog vai caminhar de acordo com sua dedicação, se você está dando o máximo que pode, não tem porque se preocupar.

Qual a aparência do Mídia Kit?

Eu diria que o ideal é um visual bem minimalista, mas acho melhor dizer que quanto mais clean melhor, porque depende muito de como é a identidade visual do seu blog.

O mídia kit tem apenas uma função, apresentar e vender seu espaço, exatamente por isso que não fica legal enfeitar muito, afinal o foco é a informação contida ali. Isso não quer dizer que o design não é um ponto importante, ele é e muito. É bom investir tempo caso você mesmo vá fazer o seu, ou se você não se dá muito bem com programas de design como o photoshop, por exemplo, contrate alguém, tem muita gente entregando trabalhos bonitos e bem feitos por um preço bacana. 🙂

Se você não leva muito jeito para fazer essas coisas, tem gente que trabalha com isso e pode fazer pra você. A Jessica Dantas, do Fala Dantas cobra um preço super bacana pra fazer e ainda tem alguns bônus, a Andy do blog Dicas da Andy também faz esse tipo de serviço. ♥

Se está com a grana curta – #énoix  – e prefere uma solução gratuita, a Paloma Sernaiotto, do blog Sernaiotto fez um modelo de mídia kit no power point e dá pra vocês baixarem e editarem com os dados do seu blog, show, né? 🙂

Serviços, preços & benefícios

Você está vendendo seu peixe! Não esqueça de mostrar suas vantagens e seu diferencial. Você otimiza seus posts – assunto para os próximos posts – , ponto pra você ! Então diga isso. Você tem um bom engajamento nas redes sociais? Mais um ponto. Layout responsivo? Ponto de novo. E por ai vai, mostre no seu mídia kit por que vale a pena anunciar no SEU BLOG.

Você provavelmente já definiu quais as formas de propaganda que fará em seu blog, podem ser banners, publieditoriais ou até posts em suas redes sociais, não vamos entrar no quesito valores, porque não é uma situação que podemos generalizar, então é só explicar direitinho quanto custa cada espaço do seu blog. Você pode também montar pacotes, unindo dois ou mais espaços de uma só vez, assim você vende não só um, mas dois espaços e a empresa consegue um preço legal e um alcance melhor, as possibilidades são infinitas.

Cabe a você decidir se já inclui valores no seu mídia kit padrão ou não, eu indicaria ter uma página separada somente com valores e indicando novamente as formas de divulgações que podem ser trabalhadas, assim você primeiro envia seu mídia kit, conquista o interesse da empresa e quando solicitado, envia seus valores. Não esqueça de deixar claro que há espaço para negociações. 😉

Qual a hora pra enviar meu mídia kit?

Não tem exatamente hora certa, “tamanho” de blog certo, é bom você pelo menos se conhecer como blogueira. Se você elaborou o mídia kit até o final, não teve dúvidas em nenhuma das questões que precisa responder para redigir o mesmo, tem algumas leitoras fiéis e já tem em mente alguma empresa que pode ser beneficiada ao anunciar no seu blog! Então, essa é a hora 🙂
Como em todo meio profissional, networking é tudo! Fazer contatos com pessoas que já estão nesse meio é ótimo para aprender, criar novas amizades e sim, para fazer contatos profissionais também. Um bom networking conta pontos muito legais a seu favor.

Pra finalizar #jurojuradinho #tagarelei
É bom dizer mais uma vez que, todo sucesso irá vir proporcional ao seu esforço e dedicação. Então trabalhe duro, pesquise, estude sobre tudo que puder te ajudar com o blog e uma hora ou outra tudo vai se encaminhar!

Esse foi o segundo post sobre o tema por aqui, o primeiro foi esse, sobre link building – assunto que vai voltar por aqui ainda ! – espero que tenham gostado e que tenha ajudado vocês de alguma forma, se ficou alguma dúvida, faltou algo a ser dito, se vocês tem sugestões de temas que pode ajudar nos blogs de vocês, me contem. 🙂 <3

Beijo beijo, Tati.

Assuntos da blogsfera tem tomado uma grande parte do meu tempo de leitura, aliás, não somente da blogsfera, mas tudo relacionado a marketing digital. Quando gosto, não tem jeito, vira leitura diária. Já que leio tanto sobre o assunto, decidi ir trazendo pra cá, tudo que vou aprendendo, seja lendo por ai ou em alguns cursos. Hoje vim falar sobre link building,  muito conhecida como troca de links – e dar idéias e dicas para vocês aproveitarem ao máximo essa técnica tão molezinha! link-building-seo

O que é link Building

É o trabalho de conseguir links que levem a seu blog, com objetivo de criar relevância nos sites de busca. Além disso, um dos principais fatores para o posicionamento de um site, são os links que ele recebe, por isso um bom link building é TÃO importante.

Ultimamente, alguns artigos, dizem que o google já não releva tanto os links como fazia antes, mas o que mudou, é que o google se aperfeiçoou em selecionar esse links, vendo se realmente são relevantes ou não.

Por que o link building é tão importante?

É como o google avalia seu blog como referência/autoridade. Na internet a relação entre sites se dá com links, ligando páginas a outras, sites a outros.
Quando uma página indica um link, ela diz que aquele link é confiável, como um voto. Diz que vale a pena a visita.

Quando vocês colocam o link de outro blog em seus blogs, o entendimento é que vocês estão recomendando aquele link como algo confiável e como autoridade nas palavras âncora as quais foram linkadas.

Diquinhas a mais: SEO para blogs: Os 6 componentes principais para otimizar seu blog.

Como o google avalia os links?

Para avaliar esses links e ver quem fica “na frente” muitos fatores são levados em conta, mas os principais são:

  • O contexto em que o link aparece;
    Não adianta por link de um artigo de moda em um post sobre tecnologia e games, pois foge do contexto. O esquema é focar na qualidade e não na quantidade.
  • O texto que aparece no link ( texto âncora );
    O texto âncora é o trecho do texto no qual inserimos nosso link. A escolha do texto âncora tem que ser pensada de acordo com o artigo que será linkado ali, de preferência, usando palavras chaves mais específicas para o assunto do link. Escolher bem as palavras chave ao linkar um post amigo é um dos maiores presentes que você pode dar a uma amiga blogueira. rs
  • Se o link é dofollow ou nofollow.
    Se (exemplo) a Camilla, do Garotas Estupidas, que é um dos maiores blogs de moda, linkar uma loja de roupas já é meio caminho andado para um bom posicionamento no google com a palavra chave em questão. Mas se este mesmo link tiver a tag rel=“nofollow” não fará a mínima diferença no algoritmo do Google, embora possa trazer a visita de pessoas que visualizavam aquela página, o que não deixa de ser importante.
    Para achar essa Tag, é só dar uma olhadinha no html do post e ver ao lado do link se está com a tag.

importancia-link-building Links de qualidade

Há diversas maneiras de conseguir links, mesmo parecendo ser a coisa mais fácil do mundo, não é pra sair por ai distribruindo links em todo e qualquer lugar que aceite fazer essa troca. Links de má qualidade, ruins e irrelevantes, podem fazer o caminho inverso e ao invés de ajudar, acabar banindo seu site do google. A qualidade é essencial e esse tem sido o foco do google ao avaliar os links, tudo precisa funcionar de forma “natural”, para todos os envolvidos, quem linka, quem é linkado e quem está lendo.

Conteúdo é TUDO

Não vai ser nem a primeira, nem a última vez que vocês vão ouvir falar isso, provavelmente a maioria já sabe. Conteúdo é a chave de tudo! A melhor maneira de ser linkado é com um bom conteúdo, ninguém jamais vai querer fazer propaganda de um artigo ruim.

Já falei sobre o que é e quais são os benefícios do link building, agora uma observação básica.

A blogosfera cresceu tremendamente de uns tempos pra cá e o foi descoberto seu potencial como negócio e um negócio bastante lucrativo! Com tantos blogs pipocando por ai, cresceu também a concorrência. O problema é que muitas pessoas tem levado isso da forma errada. Tem sim espaço pra todo mundo, é só se dedicar, então não existe essa coisa de ROUBAR leitor. Uma das formas mais naturais do link building é exatamente essa indicação de livre e espontânea vontade. Na camaradagem! Se você tem amigas blogueiras, conversem, se ajudem, ponham seus links no blogrool, cite artigos de outros blogs para complementar seu conteúdo.

Bom, por enquanto é isso, o assunto rende e provavelmente vou voltar a falar dele aqui.
Espero que esse post ajude. Me contem se gostam e se querem mais posts assim. 🙂

Beijo beijo , Tati. parceiros-dicas-blogs